• Grelak Comunicação
  • Grelak Comunicação
  • Grelak Comunicação
Campagnolo e Weigert formam dupla para edição cinqüentenária da Cascavel de Ouro

21/07/2017 - Campagnolo e Weigert formam dupla para edição cinqüentenária da Cascavel de Ouro

Vencedor do Dopamina Endurance fará sua segunda participação disputando prêmio de R$ 100 mil ao lado de um dos maiores veteranos
A presença de pilotos de todas as séries nacionais de automobilismo é um dos atrativos corrida que vai marcar os 50 anos de história da Cascavel de Ouro. O Dopamina Endurance, que tem em disputa o título brasileiro de longa duração, tem pelo menos um representante confirmado no grid da prova de 5 de novembro no Autódromo Internacional Zilmar Beux, em Cascavel. É Marcelo Campagnolo, que disputará a vitória em dupla com Gastão Weigert.

Campagnolo iniciou sua trajetória no automobilismo em 2003, na Copa GNV de Marcas. Em 2007 conquistou o título do Campeonato Metropolitano de Marcas & Pilotos de Curitiba. Em 2010, foi o campeão da Copa Brasil Spyder Race. Fez participações no automobilismo internacional e conquistou o terceiro lugar da categoria MP2 na Miami 500 de 2014, pilotando um modelo Ginetta. Em 2015, atuou no Campeonato Gaúcho de Endurance.

Natural de Cascavel e residindo atualmente em Curitiba, Campagnolo é um dos principais candidatos ao título do Dopamina Endurance na classe GP2. Formando dupla com o gaúcho Aldoir Sette, conduziu o protótipo Moro-MRX da equipe Sette Racing à vitória na segunda etapa, disputada no mês passado em Curitiba – a Chevrolet Absoluta 500, terceira etapa da competição, reunirá mais de 40 carros no grid do circuito paulista de Interlagos no próximo dia 30.

Weigert é um dos maiores veteranos do automobilismo paranaense e brasileiro. Com 48 anos de carreira, teve passagens por inúmeras categorias regionais e nacionais. “Participei poucas vezes da Cascavel de Ouro, a minha primeira foi a de 1981. Fiz dois segundos lugares, um com o Ike Zornig, em um Aldee, e outro com o Ângelo Giombelli, num protótipo MR2 com a mecânica de Opala”, relembra. “A meta, como a de todos, é de enfim vencer”.

O carro de Marcelo Campagnolo e Gastão Weigert na Cascavel de Ouro – que premiará os vencedores com R$ 100 mil – será o GM Corsa número 37, que tem preparação conjunta de Sílvio Filho e Lúcio Seidel. “Participei uma vez da prova, em 2015, fui oitavo colocado em dupla com o Cleyton Cezarotto. O evento é fantástico”, observa Campagnolo, que na preparação para a prova fará uma participação no Metropolitano de Marcas & Pilotos de Cascavel.

A PROVA
A Cascavel de Ouro mantém o formato praticado desde 2014, levando à pista carros da categoria Marcas & Pilotos 1.6 configurados pelo regulamento técnico do Campeonato Paranaense de Automobilismo. A corrida terá duração de três horas, admitindo atuação dos pilotos em duplas ou trios. Haverá três pit stops obrigatórios para troca de pilotos, com duração mínima de quatro minutos determinada pelos padrões de segurança das provas de longa duração.

A taxa de inscrição na Cascavel de Ouro é fixada por carro, tendo valor igual para duplas e trios de pilotos. As inscrições efetuadas até 31 de agosto terão custo de R$ 3.500,00. Para as confirmações feitas entre os dias 1º e 30 de setembro o valor será de R$ 4.000,00. A partir de 1º de outubro a taxa será de R$ 4.500,00 por carro. Mais informações a respeito de inscrições podem ser solicitadas por e-mail, para o endereço cascaveldeouro2017@gmail.com.

21/07/2017 - Grelak Comunicação - Fotos: Cíntia Azevedo/Grelak Comunicação

Legenda 1: Marcelo Campagnolo disputará a Cascavel de Ouro pela segunda vez

Legenda 2: Gastão Weigert aponta a Cascavel de Ouro como título que falta à sua vitoriosa galeria

Legenda 3: O protótipo Moro-MRX com que Marcelo Campagnolo disputa o Dopamina Endurance

Grelak Comunicação - Todos os direitos reservados
+55 45 3306-7199 / 99937-3877 - corrida@grelak.com.br