• Grelak Comunicação
  • Grelak Comunicação
  • Grelak Comunicação
Berlanda e Magnabosco reeditam dupla pole de 2017 na disputa pela Cascavel de Ouro

18/05/2018 - Berlanda e Magnabosco reeditam dupla pole de 2017 na disputa pela Cascavel de Ouro

Pilotos catarinenses preparam-se para corrida de “coração dividido” no dia 18 de novembro na disputa pela premiação inédita de R$ 150 mil
Autores da pole position para a edição de 2017, que abandonaram por um problema na suspensão do carro, os catarinenses Gustavo Magnabosco e Eduardo Berlanda vão novamente atuar em dupla na 32ª Cascavel de Ouro, em 18 de novembro no Autódromo Internacional Zilmar Beux, em Cascavel. O carro com que a dupla vai disputar a premiação de R$ 150 mil do evento será o VW Gol número 33, preparado pela também catarinense Pein Competições.

Os catarinenses obtiveram a pole position do ano passado na estreia do formato que considera a média das melhores voltas dos dois pilotos, como na Corrida de Duplas da Stock Car. “Todo mundo estava treinando com pista seca e na hora da classificação choveu, aí foi uma incógnita, porque não tínhamos andado no molhado naquele fim de semana. No fim deu tudo certo, fizemos a pole entre 56 carros inscritos, foi fantástico”, lembra Magnabosco.

A corrida da dupla acabou na 20ª das 120 voltas, por conta da quebra da suspensão. “Eu estava na liderança desde o início, estava bem perto de passar o carro para o Berlanda quando o problema aconteceu. Quebrou uma peça que não tem como quebrar, que é soldada... Enfim, coisas que acontecem”, lembra. “Tínhamos uma condição muito boa de brigar pela vitória, o trabalho é para que tenhamos de novo essa chance de vencer a Cascavel de Ouro”.

Representante de Catantuvas, Magnabosco cumprirá pela quarta vez a corrida mais tradicional do Paraná. Na estreia, em 2015, formou com Berlanda e Fausto de Lucca o trio catarinense que abandonou na 81ª das 162 voltas. Na segunda participação, em 2016, foi segundo colocado na dupla com Davi dal Pizzol, na vitória de Odair dos Santos e Thiago Klein. No ano passado a quebra da suspensão o fez abandonar quando era líder da corrida.

Berlanda fará sua terceira participação na corrida. “O convite do Gustavo para repetirmos a dupla me deixou muito feliz. Nossa parceria na última edição foi muito boa. Não foi uma corrida fácil, porque enfrentamos pilotos assíduos da categoria e também grandes nomes da Stock Car, da Copa Truck. Agora, com o aumento da premiação, o nível do evento vai subir também, o pessoal vai disputar cada vez mais”, aposta o piloto de Florianópolis.

A meta de Berlanda é a de terminar a prova. “Participei duas vezes sem conseguir terminar, uma vez por acidente e outra por quebra. Não e fácil falar em resultado. Há muitas equipes fortes, tem o pessoal da Stumpf Preparações, que ganhou as duas últimas, os irmãos Freitas, que vêm de título brasileiro, os pilotos da Stock Car, a equipe Sensei, outra que é da casa e é muito forte... É briga de grandes, temos de respeitar essa turma”, considera.

O piloto de Florianópolis reconhece que terá de fazer uma corrida “com o coração dividido”. Ele será adversário do próprio irmão, Wanderlei Berlanda Jr., bicampeão da Sprint Race Brasil, que formará dupla com Jorge Martelli na MP Competições – Júnior e Eduardo conquistaram em dupla o título da categoria em 2016. “Fico meio dividido por correr contra o meu irmão. Espero ajudar o Gustavo a fazer um bom trabalho, como já vem fazendo na temporada”.

Eduardo Berlanda não disputa nenhum campeonato regularmente em 2018. “Uma coisa que vai nos ajudar é que o Gustavo está liderando corridas e campeonatos, está num ritmo bom. Vou tentar fazer algumas etapas de Marcas antes da Cascavel de Ouro, até para pegar o ritmo de novo”, comenta. “Já que nosso Estados não tem autódromo, fico feliz por conseguir correr fora e tentar representar Santa Catarina da melhor forma possível”, finaliza.

INSCRIÇÕES
Pilotos e equipes podem solicitar a ficha de inscrição na 32ª Cascavel de Ouro por e-mail, com mensagem para cascaveldeouro2018@gmail.com, ou pelo número celular (45) 9 9937-1052. A disputa é aberta a duplas e trios de pilotos inscritos carros da categoria Marcas & Pilotos 1.6, configurados pelo regulamento técnico do Campeonato Paranaense. A programação terá ainda a sétima etapa da Sprint Race Brasil e o torneio #GoldClassic.

O regulamento desportivo da Cascavel de Ouro estipula em R$ 5 mil a taxa de inscrição por carro, independentemente de serem dois ou três pilotos. Para inscrições efetuadas até 31 de julho há um desconto de 10%, trazendo a taxa a R$ 4,5 mil. Os vencedores da corrida receberão R$ 100 mil. Há prêmios de R$ 20 mil ao segundo lugar, de R$ 12 mil para o terceiro, de R$ 8 mil para o quarto e de R$ 5 mil para o quinto, além de R$ 5 pela pole position.

18/05/2018 - Grelak Comunicação - Fotos: José Mário Dias/Grelak Comunicação

Legenda: Magnabosco e Berlanda, que conquistaram em dupla a pole de 2017, vão defender a Pein Competições na Cascavel de Ouro

Grelak Comunicação - Todos os direitos reservados
+55 45 3306-7199 / 99937-3877 - corrida@grelak.com.br